(37) 9 𝟿𝟿𝟼𝟽𝟻𝟿𝟶𝟷 (37) 3212-5901

(37) 3212-5901  (37) 99967-5901    

Urban Jungle – Guia de Plantas

Muitas pessoas gostam da natureza, mas ficam na dúvida de qual planta utilizar em interiores. Na maior parte das vezes as limitações de se colocar um verdinho em casa gira em torno da luminosidade, regas e a presença de crianças e animais. Plantas precisam de luz para sobreviver, mas cada espécie tem uma exigência de luminosidade distinta. Existem espécies que são de sombra, como os belos pacovás (Philodendron martianum) e as zamioculcas (Zamioculca zamiifolia), as palmeiras ráfis (Raphis excelsa), as espada-de-são jorge (Sansevierias ou Dracaenas). Mas atenção, plantas de sombra não significa que podem ficar no breu total.

O local sombreado é aquele que tem luz mas nunca direta, aquela luminosidade que tem em frente a uma janela ou uma porta de vidro. Outras plantas necessitam de luminosidade difusa, com sol indireto, onde a luz direta pela manhã pode ocorrer como a imponente palmeira leque (Licuala grandis), a Pinanga (Pinanga coronata) e o vistoso Ficus lyrata. Para vasos pequenos, se enquadram nesse tipo de luminosidade diversos gêneros orquídeas (Laelias, Cattleyas e Phalaenopsis), as lindas marantas (espécies diversas do gênero Calathea e Stromanthe/Marantaceae),  as peperômias, begônias e as folhagens de Alocasia, Caladium,  Philodendron e tantos outros gêneros incríveis da família Araceae.

Em geral, nessa luminosidade temos as plantas mais queridas dos urban jungles de plantão. Já naquele lugar onde o sol bate direto, vale a pena investir nas Yuccas e patas de elefantes que além de tolerantes aos raios solares precisam de pouca água para sobreviver. E por falar em água, uma dica básica para o cultivo de plantas em casa é não pecar pelo excesso nem pela falta. A maioria das plantas que estão em vasos tem uma manutenção hídrica menor do que se tivessem plantadas em jardins externos. Assim só regue suas verdinhas quando o vaso estiver pouco úmido ou já seco.

Solo encharcado é tão prejudicial quanto o solo seco demais. No caso de residências onde temos nossos queridos pets (cães, gatos, etc…) e crianças pequenas não é recomendado usar plantas tóxicas. Dentro desta lista podemos citar a comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia sp.), os antúrios (Anthurium sp.), pacovás e zamioculcas e a espirradeira (Nerium oleander). Com estas dicas básicas, resta agora deixar seu lado jardineiro aflorar, escolher lindos vasos que combinem com a decoração de seu espaço e fazer belas composições com a nossa flora exuberante. No Jardim Fleury você encontra espécies diferentes e vasos dos mais diversos estilos. Que tal começar a levar mais verde para seu dia-a-dia?

 

Leia também: